561 exibições & 138 visualizações

estrada

Imagine-se andando em uma estrada. Pode ser uma estrada asfaltada. Talvez seja num deserto. Você está sozinho: apenas você e a estrada.

Olhe para o alto e veja como está o dia. É um dia de sol ou com nuvens? Escolha qual é a estação desse momento: inverno, verão, primavera… Você está rápido ou devagar? À pé, sobre uma moto ou de carro?

Se pudesse dizer o que sente nessa estrada agora, o que seria?

Em um determinado momento, imagine-se chegando a uma encruzilhada na sua estrada. Ao chegar nela, você para e pensa por um instante. E se pergunta: para onde devo ir? Qual o caminho que devo tomar a partir daqui?

Se você não conseguiu definir para onde deve ir, questione-se o que o levou a tomar a decisão de pegar a estrada por onde vinha. Analise a si mesmo, sinta, veja os fatores que lhe motivaram a escolher esse ou aquele trajeto.

Qual caminho faz sentido para você, agora? Faça uma lista do que você ganha e o que perde ao tomar a decisão.

Reflita no que vai acontecer ao redor de si, com as pessoas que estão próximas a você, se tomar o caminho que vai tomar. O que as pessoas ao redor irão se beneficiar com sua decisão de tomar esse caminho? Você fará um bem à estas? Ou não fará diferença?

Depois visualize o mundo à sua volta e pense, caso venha a pegar esse caminho, se irá prejudicar alguém. Se poderão haver perdas para outras pessoas. Caso isso seja possível, reavalie se deve ou não ir por essa opção.

Ainda não conseguiu decidir para aonde ir? Você pode buscar ajuda. Se informar com quem pode lhe auxiliar de alguma forma.Talvez assim você consiga descobrir qual o seu caminho.

Mas se você sabe para aonde ir agora, depois de ter pensado em tudo isso, tome sua decisão. Siga o seu caminho, olhando para o destino que quer chegar. Não se permita ficar parado. Olhe para a frente e sinta-se seguro com sua escolha. Tenha a certeza que é o melhor que você pode fazer e que, no final, seu destino estará lá lhe esperando.

E quando chegar no seu destino, agradeça a si mesmo por ter feito sua escolha e festeje sua própria competência e persistência. Sinta-se feliz por ter chego ao seu destino. Reflita no que aprendeu pelo caminho e o que lhe tornou uma pessoa melhor ao longo da trajetória, que foi sua melhor escolha no passado.

E, estando agora em um novo destino, que pode ser uma nova encruzilhada, lhe pergunto: qual será o seu novo destino agora?

Leave a Reply

Your email address will not be published.